Sérgio Cabral e ex-mulher são condenados por uso indevido de helicópteros do estado

Atualizado: Set 30

Fonte: CBN



O ex-governador Sérgio Cabral e a ex-mulher Adriana Ancelmo foram condenados pela justiça por crime de peculato pelo uso particular de helicópteros do Governo do Estado. Cabral foi condenado a mais 11 anos e oito meses de reclusão. Já a pena de Adriana Ancelmo foi de oito anos e quatro meses. Os dois ainda terão que pagar R$ 19,9 milhões em indenizações ao estado. Na denúncia, Cabral foi acusado de ter utilizado os helicópteros em 2.281 voos particulares. A ex-primeira-dama teria usado as aeronaves 220 vezes.

0 visualização0 comentário